23 de agosto de 2007

Escrivinhações de Baú (Eu sou...)

"Eu sou a Patrícia Pirota, e meu eu lírico é a MininaMá.
Eu sou um turbilhão de sentimentos jogados ao léu.
Eu sou uma colcha de retalhos feita de estrelas tortas.
Eu sou uma mulher de passado+presente+futuro.
Eu sou a irmã da Gigi e da Priscilla.
Eu sou a filha da Dona Maria e do Seu Gilberto.
Eu sou a insanidade com pernas e óculos.
Eu sou um vulto preto e branco na luz da modernidade.
Eu sou a ironia e o sarcasmo personificados.
Eu sou gentil e sutil ao avesso.
Eu sou uma mulher com coração de gengibre.
Eu sou minhas escolhas feitas a cada segundo.
Eu sou café e nicotina.
Eu sou exatamente o contrário daquilo que você supõe que eu seja.
Eu sou louca por arte.
Eu sou louca de pedra.
Eu sou apaixonada por futebol.
Eu sou o vento nas curvas do caos.
Eu sou nerd.
Eu sou cinéfila.
Eu sou apaixonada por palavras.
Eu sou narcisista, borderline, neurótica e bipolar.
Eu sou viciada em música.
Eu sou bêbada.
Eu sou um baú de sonhos.
Eu sou a irmã apaixonada por meus irmãos de alma.
Eu sou apaixonada por parênteses.
Eu sou bonita.
Eu sou formada em Letras pela UFMS.
Eu sou cafajeste.
Eu sou "mais macho que muito homem".
Eu sou cruel.
Eu sou sua ressaca oblíqua.
Eu sou computeira de alma.
Eu sou escrivinhadora.
Eu sou "uma dinamite"(Nietzsche).
Eu sou gauche.
Eu sou apaixonada por homens.
Eu sou um oxímoro constante.
O que eu não sou, não me interessa!"

Patrícia Pirota (agosto/2007)