8 de março de 2007

IInsanidades Aleatórias (Sobre fé, estrelas e amor)

Uma vez minha mãe me disse que "deus" não está preso em paredes,mas sim livre dentro de nós.A partir daí passei a ver um "deus" dentro de cada um.E se deus é mesmo aquele que faz com que o mundo se mova,logo cada um de nós se torna responsável por esse mundo.
Quem me conhece sabe que tenho teorias nada ortodoxas sobre religião(tá!são teorias infames proibidas a qualquer um que tenha o mínimo de bom senso).Não vou à igreja.Não faço orações padronizadas.Não dou dinheiro a qualquer instituição que se diz sem fins lucrativos(mas que acaba lucrando com a fé alheia).Mas quando fecho meus olhos e sinto o ar tocando meu rosto sei que há algo que me protege.Que me lembra todos os dias que por mais que os tempos sejam ruins, não há vitória sem batalha.Cada vez que olho para o céu, e vejo pontinhos brilhantes sobre minha cachola(estou falando das estrelas viu!não dos malditos satélites),sorrio ao pensar na energia que está presente em tudo o que há ao meu redor.Há quem diga que é Deus.Ou Alá.Ou sejaláqualforobenditonome!
Se alguém me perguntar qual é minha religião, digo que é o amor incondicional.Amor pela vida.Pela natureza.Pelo "próximo".Por si mesmo.Afinal, de que adianta ajoelhar,ou levantar as mãos aos céus, se a alma e o coração são tão vazios quanto minha carteira em fim de mês?! =]
Se todos praticassem o amor, ao invés de rituais cheios de poeira, talvez as pessoas não desistissem de acreditar num mundo melhor...E então a fé poderia ser como as estrelas, que brilham sempre,e mesmo que não as possamos ver, sabemos que elas estão lá,com o nome que demos a elas, sorrindo pra cada um de nós.

Especialmente destilado para o TUDO DE BLOG.

6 comentários:

Luana disse...

É contraditório o que esses "religiosos" fazem... Falam, falam e não fazem nada.... É é por isso que decidi não seguir a massa e sair do curso de crisma, por que vi que não adiantava nada entrar numa igreja e conviver com pessoas hipócritas sendo que eu não gostava de estar ali... Também acredito nesse Deus que você diz: estrelas, vento na cara, pôr do sol, etc.
E se todos parassem pra pensar no que significa realmente a palavra Deus, veriam que um livro que talvez tenha sido escrito ha muito tempo pode não ser de todo verdade.

Beijo, se cuida.
E eu ainda estou esperando a sua carta o.O
*

Luana disse...

Ah, estrela me lembra você! Por que será??? ^^
Bêjo
*

Polly disse...

UAU! amei a comparação com as estrelas!! ótimo texto!

Jhé Cruz disse...

A-DO-RE-I
sem mais.

Patrícia disse...

Sou deísta. E participo do tudo de blog. E me chamo Patrícia.
Muitas coincidências?
Talvez.

Cacau / Joana disse...

Cacau leu.
oká?
Tudo de beijo pra vc
:o*