30 de agosto de 2006

Vá ler um livro: Noites Brancas - Dostoiévski


Do guia: DESLIGUE A NET E VÁ LER UM LIVRO!
NOITES BRANCAS - Fiodór Dostoiévski

Já falei por aqui sobre Dostoiévski...
E a maioria das pessoas que me conhecem sabe da minha enorme admiração por esse escritor...
Talvez maior que a admiração por ele, seja a alquimia que suas obras causam em mim...
Na primeira vez que li "Noites Brancas", fiquei por algum tempo tentando ver onde estava o gênio que eu conheci em "Memórias do subsolo"...
Porque o que mais me encanta,ou aprisiona em Dostoiévski é seu tato para desvendar a alma humana.Ou seria desnudar?A tal ponto que até aquelas cicatrizes que você jurou que não mais olharia fiquem abertas, esperando o dedo que virá cutucar a ferida.
Em "Noites Brancas", Fiodór retrata a solidão.Uma solidão tão doída que não acompanha nem o próprio "sentidor"...
O personagem não se sente bem em sua própria sombra.
Paira um ar de tédio, mas o que mais incomoda é o conhecer apenas pela "terceira pessoa", e não pelo privilégio do onipresente...
Quando terminei de ler, ficou uma lágrima amarga no canto dos sonhos.
Talvez pela vontade de ter tido coragem tanta quanto a da personagem, de entregar-se com todas as veias a uma ilusão...

O título do livro se deve ao fenômeno de que, em S. Petersburgo(cidade onde está situada a história, atual Leningrado), no verão, o sol se põe às 9 da noite e volta a surgir à meia-noite.

E é assim o enredo...
Que começa numa noite em que o sol já havia se posto, "tinha a impressão de que eu, já tão só, havia de ver-me abandonado de toda a gente, que todos se afastaram de mim"...
E termina com a volta da luz, "Havia um céu tão profundo e tão claro que, ao vê-lo, só se podia indagar, quase sem querer, se era verdade que existissem, sob um céu semelhante, criaturas más e tétricas"...

Segundo o próprio autor, esse é o romance de um sonhador.
Mas em Fiodór,todos os sonhos nascem da escuridão, e se vão esconder em algum canto amargo da alma humana.

4 comentários:

Marília disse...

Tomei a liberdade de linkar seu blog, gostei daqui o_o

Adriane B. disse...

esse livro é muiiiiito bom! Mais ainda gosto muito de Crime e CAstigo.

Adriane B. disse...

esse livro é muiiiiito bom! Mas ainda gosto muito de Crime e CAstigo.

Gabriel Martins ... disse...

livro perfeito
acabei de ler